CRÔNICAS E DEVANEIOS

Amigos... Em breve, meu novo livro: "CRÔNICAS & DEVANEIOS" - Editado pelo Clube de Autores. Aguardem!


terça-feira, 11 de setembro de 2012

A FALA PERDIDA...

 
 

 
 

Os pensamentos vagam
dentro deste silêncio absoluto de minha alma!
As palavras me fogem e eu não tento buscá-las.
Não as necessito...
O que explode em meu peito é um frágil grito
Um sussuro... A calma!
Um copo dágua... Um calmante.
Chove lá fora
após dias e dias
de secura
de amargura
e estia...
A cama chora
a solidão fria...
Vou me recolher em mim
Nessa triste albergaria.
Se o espelho me refletisse
nesse instante
Veria, então,
a transtornada face
a indecisão
o impasse...
A pergunta que se cala
em minha perdida fala!
 
 
(Milla Pereira)

 

 

 

... E ÓTIMA TERÇA FEIRA A TODOS!
*´*(())*´*
 

2 comentários:

helena luna disse...

Tua fala não está perdida, ela se mostra exuberante como sempre. Gosto desse tipo de poema que não se prende a regras rígidas e flui solto e leve.
Estálindo o blog. Abrçs. Helena

Toninhobira disse...

Quando todos os sentidos congelam e fazem esta mudez e deixa tudo mais frio calando na alma.
Uma bela construção para a perda de sincronismo na vida.
Otima inspiração.
Meu terno abraço.
Já coloquei nos favoritos amiga seu novo espaço.
Suceesos e que nada lhe aconteça para lhe tirar a paz e o blog fluir naturalmente belo.